Crowdfunding. O que é?

o-que-e-crowdfunding-vinicius-carneiro
Um pouquinho de todos, é muito!

Em um mundo onde estamos sendo proibidos das relações humanas mais básicas por causa da pandemia, explodem as buscas na internet pelo termo de ajuda coletiva ou financiamento coletivo. Seu nome oficial: CROWDFUNDING

O assunto pode ser tópico de um livro inteiro (quem tiver paciência e gostar de leitura adicional, pode achar o primeiro livro do Brasil sobre o assunto aqui). Se gostar de uma parte de pesquisas mais profunda, o termo na Wiki fica aqui.

Mas por enquanto, esse post é um resumo bem objetivo para você que quer simplesmente saber o que é e ponto. Sem ficar rodando horas na internet para achar um significado.

Assim, crowdfunding nada mais é do que uma reunião de pessoas financiando uma mesma iniciativa, para conseguir melhores preços, maior rentabilidade, alavancar um projeto ou cumprir uma meta. É a forma digital da famosa “vaquinha”, que era um ato de juntar dinheiro de vários conhecidos para poder realizar um determinado objetivo ou ajudar alguém mais necessitado.

No formato atual, o crowdfunding pode ser dividido em 6 grandes formatos:

1 – projetos sociais e culturais (baseados em recompensas)

2 – projetos de financiamento imobiliário (investimento)

3 – campanhas eleitorais (autorizado nas ultimas eleições pelo TSE)

4 – lançamento ou financiamento de novos produtos ou serviços (geralmente empresas)

5 – financiamento em startups (empresas iniciantes)

6 – empréstimos para pessoas físicas ou jurídicas (crowdlending)

Via de regra, esses sao os setores principais, mas nada impede que outros sejam criados ou aproveitados pelos criadores dos projetos. Na pratica, não ha limites para a imaginação no desenvolvimento dos financiamentos.

A grande sacada do crowdfunding esta no engajamento da comunidade, dos apoiadores e do publico alvo do projeto e da campanha. Afinal, quem financia é quem acredita e aposta no projeto, na equipe e na ideia.

Parece complexo, mas é bem simples. Lançado um projeto e arrecadada a grana, o dinheiro vem para o dono do projeto e ele executa tudo que ele se propôs para os apoiadores. E dependendo de cada um dos 6 grandes nichos que falei acima, varias recompensas ou “presentes” sao enviados a quem apoiou a causa.

O formato deu uma esfriada entre 2017 e 2019, mas voltou com forca total em 2020, principalmente diante da crise e das dificuldades enfrentadas por diversos negócios com a pandemia. Usar o crowdfunding salvou e pode salvar muitas empresas da falência em tempos de coronavirus.

É isso: papo reto e explicação direta! Abs

Livro digital: Dinheiro da Multidão

gostou do artigo? Compartilhe com sua rede !

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
Linkedin
Compartilhar no pinterest
Pinterest

DEIXE UM COMENTÁRIO